Instruções de uso

Instrução de uso Action

Manual de Instrução ACTION

Perguntas e Respostas

1. Como o teste ACTION funciona?

O ACTION é um teste rápido de diagnóstico in vitro imunocromatográfico, desenvolvido para determinação qualitativa de anticorpos contra HIV 1/2 em sangue total por punção digital. O kit ACTION é destinado ao uso doméstico apenas para autoteste de triagem inicial e amostras reativas devem ser confirmadas por um teste complementar.

2. A partir de quando posso fazer o teste?

De acordo com as literaturas o recomendado é que o teste seja realizado 30 dias após a possível exposição. No entanto existem casos raros de soro conversão tardia, recomenda-se que seja repetido após mais 30 dias até 120 dias após a última exposição.

3. O que acontece se respingar sangue na janela de resultados?

Recomenda-se que se tome cuidado para não respingar na janela e, caso isso ocorra, recomenda-se testar novamente utilizando um novo dispositivo de teste.

4. Em quanto tempo pode ser visível o resultado?

O resultado pode ser lido de 10 a 20 minutos. Se a linha controle “C” não aparecer na janela de resultados, você deve testar novamente seguindo cuidadosamente as instruções.

5. Há fatores que podem afetar o resultado do teste?

Anticoagulantes como heparina, EDTA e citrato não afetam o resultado.
Os interferentes relevantes são conhecidos como amostras hemolíticas, fator reumatóide, amostras ictéricas, hemolisadas e lipêmicas.
Amostras de pessoas em tratamento contra o vírus HIV podem gerar resultados falso reagentes uma vez que a quantidade de vírus no sangue estará em níveis baixos.

6. O que devo fazer se o meu teste der positivo?

Você deve procurar uma unidade de saúde para confirmar o resultado.

7. O que devo fazer se o meu teste der negativo?

Se tiver praticado relações sexuais desprotegido, recomenda-se testar a cada 30 dias até 120 dias após a relação desprotegida, pois um resultado negativo não elimina a possibilidade de infecção.

8. Como se prevenir das infecções sexualmente transmissíveis?

Para se prevenir, use preservativo em todas as relações sexuais e não compartilhe seringas, agulhas e outros objetos cortantes com outras pessoas. Para evitar que infecções sexualmente transmissíveis passem da mãe para o filho, todas as gestantes devem começar o pré-natal o mais cedo possível e realizar o teste de HIV.